Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘copa do mundo’ Category

tatu-bola-do-nordeste vive na caatinga e no cerrado onde procura por cupins, formigas, raízes e frutas. Quando se sente em perigo muda rapidamente de forma: curva as costas, coloca a cauda ao lado da cabeça e adquire um formato redondo. Assim, todas as partes que não contam com a defesa da armadura ficam seguras dentro de uma esfera de proteção. Nada mais propício para a mascote da Copa do Mundo de 2014 do que um animal que se transforma em bola e só existe no Brasil.

Pensando nisso a ONG Associação Caatinga iniciou a campanha “tatu-bola para mascote da Copa do Mundo 2014” . Segundo Rodrigo Castro, secretário executivo da Associação Caatinga, a ideia da campanha era aliar a paixão do brasileiro pelo futebol à preocupação com o meio ambiente. O animal foi apresentado no dia 16 de setembro pelo ex-jogador Ronaldo, membro do Conselho de Administração do COL (Comitê Organizador Local), durante o programa Fantástico da TV Globo. A mascote foi batizada deFuleco (junção de futebol e ecologia).

O tatu-bola atuaria como espécie bandeira (espécie símbolo da uma causa ambiental). Chamando a atenção para o animal, que se encontra vulnerável segundo a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês), seria possível conseguir mais apoio para preservar o habitat em que vive. Com isso, outras espécies do cerrado e da caatinga seriam beneficiadas. Mas, até agora, pouco foi feito para a conservação da espécie

tatu-bola (Tolypeutes tricinctus) vive na Caatinga e no Cerrado. Quando se sente em perigo muda rapidamente de forma e adquire um formato redondo. Assim, todas as partes que não contam com a defesa da armadura ficam seguras dentro da esfera de proteção. Nada mais propício para a mascote da Copa do Mundo de 2014 do que um animal que se transforma em bola e só existe no Brasil. O animal se encontra na categoria vulnerável segundo a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza, na sigla em inglês). Seria possível salvar a espécie com o futebol?montagem_tatu2

Um grupo de cientistas do Nordeste propôs um desafio à Fifa e ao governo brasileiro: transformar mil hectares de Caatinga em área protegida para cada gol marcado na Copa do Mundo no Brasil (Durante o torneio de 2010, na África do Sul, a bola balançou as redes 145 vezes).

Os pesquisadores esperam que o desafio seja aceito pela Fifa e pelo governo brasileiro. “Proteger o que resta da Caatinga é extremamente urgente. O futebol é o esporte mais popular do mundo e esperamos que toda a atenção da mídia nacional e internacional pela Copa nos ajude a espalhar esta mensagem de conservação. Queremos que a escolha do tatu-bola não seja apenas simbólica, mas que efetivamente contribua para a conservação desta espécie tão carismática e de seu ambiente”, afirma José Alves Siqueira, um dos autores do artigo.

Retirar o tatu-bola da lista de animais ameaçados de extinção seria o gol mais bonito que o Brasil poderia marcar na Copa do Mundo de 2014

Anúncios

Read Full Post »

Cachorros viram atletas de seleções da Copa do Mundo o Brasil é representado pelo cão de raça Fila Brasileiro. Ideia de transformar cachorros em jogadores partiu de um site belga especializado em fotos de animais. Acessórios com imagens dos cães jogadores são vendidos pela internet , tendo parte da renda revertida para entidades protetoras de animaisbrasil-e-representado-pelo-cao-de-raca-fila-brasileiro-ideia-de-transformar-cachorros-em-jogadores-partiu-de-um-site-belga-es(1)

Leia mais em: http://zip.net/bxmHfj

 

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: