Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘hospital Publico Veterinário’ Category

materia publicada no Jornal o ESTADO de SÃO PAULO1240240_186443474868917_611799583_n

O segundo hospital veterinário público para cães e gatos da cidade de São Paulo será aberto nesta quinta-feira, 2. O espaço fica na Parada Inglesa, na zona norte.

No prédio no número 3.194 da Avenida Ataliba Leonel, inicialmente serão distribuídas 15 senhas por dia. No outro hospital, na zona leste da cidade, são atendidos 30 novos casos diários.

A conta não inclui casos de retorno e de emergência. “Todos os animais em situação de emergência são tratados, após passar por triagem”, explica o veterinário Fernando Ibanez, presidente da Anclivepa, entidade que gere os dois hospitais.

“No total, atendemos em média cem animais por dia, entre novos casos, retornos e urgências. Com o novo hospital, o número deve crescer para 200”, afirma Ibanez.

O valor gasto pela Prefeitura com os dois hospitais em 2014 será de R$ 10 milhões – no ano passado, foi de R$ 7,2 milhões.

Ibanez afirma que as pessoas que procuram o hospital para tratar os animais de estimação costumam ser de baixa renda. “Elas não teriam condições de pagar pelo tratamento veterinário. Tanto é que a maioria dos animais em primeira consulta nunca tinham ido ao veterinário antes.”

De acordo com ele, a localização do novo hospital é estratégica. “Nossa estimativa é que 30% dos casos atendidos na zona leste são de animais de pessoas da zona norte”, afirma.

Estrutura. O espaço físico do novo hospital é maior do que o que já funciona na zona leste. Conforme a demanda dos dois hospitais, pode haver aumento das senhas na zona norte – o total de atendimentos novos na cidade, como está previsto em contrato com a Prefeitura da cidade, não passará de 45.

Ibanez admite que os dois hospitais não dão conta da demanda da cidade. Na zona leste, há quem espere 12h por uma senha. Para evitar que as pessoas passassem a noite na tentativa de conseguir atendimento aos animais de estimação, a Anclivepa passou a distribuir as senhas às 19h, não mais a partir das 7h

Read Full Post »

Quando é  justo Sacrificar um animal? Só nos fazemos esta pergunta quando   uma situação parecida chega  em nossa casa , e nunca estamos preparados para ela.

.

O Jornal  Folha de São Paulo , publicou no Caderno Equilibrio de 16 de outubro de 2012 materia  ” Quando é justo Sacrificar um animal ” . Sabendo da dificuldade desta decisão reproduzimos  parte desta matéria  mais  como uma informação de serviços porque  em muitos casos o dono do animal  doente ,ou atropelado não pode pagar pelo tratamento , e  acaba   por não fazer nada deixando o anima morrer  sem ser acolhido .Nossa  sugestão , e que o bom dono  tenha sempre o  maior cuidado para que o animal não fuja para a rua , esteja sempre com coleira de  identificação , procedimentos que ajudam a manter  a integridade fisica dos animais  .,

” Jornal  Folha de São Paulo , publicou no Caderno Equilibrio de 16 de outubro de 2012 materia  ” Quando é justo Sacrificar um anima ”

Segundo a entidade dos veterinários, quem tem bichos de estimação não pode recorrer à eutanásia só porque o tratamento é caro. “Quem não pode pagar deve buscar os hospitais universitários, os poucos hospitais veterinários públicos “, diz Benedito Fortes de Arruda, presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária.

Editoria de Arte/Folhapress

SARNA E CONJUNTIVITE

Mas Orlandi, da Uipa, critica ainda a autorização para sacrificar animais que constituírem ameaça à saúde pública. “Sarna pode ser considerada ameaça, até conjuntivite é ameaça”, afirma.

Na visão dela, o texto deveria deixar claro que a eutanásia só é aceitável quando o bicho tem doença incurável.

“A nova resolução é um consenso entre os veterinários. Ninguém está falando em matar animais saudáveis, a regra vale apenas para os doentes que representam alto custo. Tratar uma vaca não é como cuidar de um gato dentro de casa”, diz Fortes.

“Esse é um procedimento delicado que pode gerar dor.”

No ano que vem, o Conselho Federal de Medicina Veterinária deve publicar um guia de métodos e boas práticas feito com o Ministério da Ciência e Tecnologia para orientar os profissionais sobre as técnicas de eutanásia. Segundo Teixeira, o método mais seguro, hoje, é a injeção de um anestésico potente.

É justamente com injeção letal que é feita a eutanásia no Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo. O órgão informa que sacrificou 912 cães e 103 gatos no primeiro semestre. “São animais removidos da rua, que já chegam ao centro sem condições de serem tratados”, afirma Telma Rocha, subgerente de Vigilância e Controle de Animais Domésticos do órgão.

Read Full Post »

1º Hospital Público Veterinário conseguido por Tripoli está em funcionamento

Cães e gatos já estão sendo atendidos gratuitamente no 1º Hospital Público Veterinário do Brasil, implantado em São Paulo graças à emenda no orçamento feita pelo Vereador Roberto Tripoli (PV-SP), que também fez inúmeras gestões para que a Prefeitura concretizasse essa antiga luta do movimento de proteção animal. O equipamento localiza-se na Rua Professor Carlos Zagotis, 3, no Tatuapé (fone 2227-0858).O hospital proporciona, sem ônus para os proprietários dos animais e também para protetores que socorrem cães e gatos abandonados e maltratados, consultas, cirurgias, medicações, curativos, exames laboratoriais – incluindo hemogramas, bioquímicos e sorologias, eletrocardiograma, ecocardiograma, ultrassom, radiografias. O equipamento conta ainda com UTI – Unidade de Terapia Intensiva.

A Prefeitura implantou o hospital a partir de convênio com a Anclivepa-SP (Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais – São Paulo), responsável por equipar e gerir o equipamento. A verba inicial conseguida no orçamento municipal de 2012 pelo vereador Tripoli foi de R$ 10 milhões, mas nesse primeiro ano serão aplicados R$ 7,2 milhões no hospital (somente atendimento e procedimentos, pois os equipamentos foram comprados pela Anclivepa).

Conforme despacho da Secretaria da Saúde no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, publicado em 28 de junho de 2012, o convenio foi autorizado nesse valor. A Anclivepa-SP contará com um repasse mensal de até R$ 600 mil. Segundo a entidade de médicos veterinários explica, os pagamentos por parte da Secretaria da Saúde serão feitos mediante comprovação dos atendimentos, dentro desse limite.

Milhares de animais serão salvos

Tripoli explica que essa luta foi árdua e a participação das ONGs foi fundamental. “A medicina veterinária avançou muito, mas infelizmente cães e gatos de famílias de baixa renda ainda morrem devido a doenças e ferimentos relativamente banais. Sem tratamento, esses males agravam-se provocando muito sofrimento e levando a óbito”, observa o vereador ambientalista.

O parlamentar lembra ainda: “com o hospital público, vamos mudar essa triste realidade e salvar milhares de cães e gatos. A maior cidade do país devia essa conquista aos animais”. Tripoli frisa que “o hospital também é uma conquista para a saúde pública, pois esses animais vivem em estreito contato com as famílias”.

Núcleo de Bem-Estar, outra vitória

O restante da verba conseguida pelo vereador no orçamento (R$ 2,8 milhões) será repassada para a conclusão de outra importante obra: o Núcleo de Bem-Estar que vem sendo construído em terreno do Centro de Controle de Zoonoses. Essa obra chegou a ficar paralisada, por problemas com a empresa ganhadora da licitação. Resolvida essa pendência, nova licitação será feita ainda este ano, e a obra finalmente poderá ser concluída, conforme já anunciou a Secretaria da Saúde.

O núcleo é parte de um novo conceito relativo ao atendimento de cães e gatos abandonados na cidade de São Paulo. O CCZ continuará cuidando de zoonoses, enquanto no núcleo os animais poderão ser tratados, recuperados e colocados para doação. A construção prevê inclusive espaço de jardins onde as pessoas interessadas em adotar poderão estreitar o contato com o animal escolhido.

Serviço Veterinário
Rua Professor Carlos Zagotis, 3, Tatuapé , São Paulo
De segunda à sexta-feira, das 7h às 19h.
leve Identidade, CPF, comprovante de residência e carteirinha do benefício social (renda mínima, bolsa família)

Fonte: http://www.robertotripoli.com.br/site/index.php?option=com_content&view=article&id=243%3A1o-hospital-publico-veterinario-conseguido-por-tripoli-esta-em-funcionamento&catid=1%3Aanimais-noticias&Itemid=37

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: